Qualidade e Saúde

O azeite de oliva extra virgem é um ingrediente essencial da dieta mediterrânea, que é um modelo de alimentação a ser seguido como medicina preventiva.

Este produto possui um sem número de efeitos positivos, desde a conservação e embelezamento da pele até na prevenção de determinados tipos de câncer.

Alguns de seus benefícios são:

Ajuda a prevenir a arterioesclerose e seus riscos: a hipertensão arterial, o infarto do miocárdio, a insuficiência cardíaca, a insuficiência renal e as hemorragias cerebrais. Segundo o Prof. Francisco Grande Covián, fundador da Sociedade Espanhola de Nutrição, as taxas mais baixas de morte por enfermidade cardíaca coronariana se registram atualmente nos países onde o azeite de oliva é praticamente a única gordura consumida.

Atualmente, as investigações médicas revelam a eficiência da dieta mediterrânea na prevenção de doenças coronarianas secundárias e a influência positiva do azeite de oliva na depressão associada com estes sintomas e seu estado de humor.

Diminui o colesterol ruim evitando que se deposite nas artérias e aumenta o colesterol bom.

Tem um efeito salutar no sistema digestivo, uma vez que melhora o funcionamento do estômago, do pâncreas; do intestino, do fígado e das vias biliares, evitando a formação de cálculo na vesícula.

Tem efeitos benéficos no tratamento da gastrite e as úlceras gastro-duodenais e apresenta uma suave ação laxante.

Tem efeitos benéficos no tratamento da gastrite e as úlceras gastro-duodenais e apresenta uma suave ação laxante.

Uma dieta rica em azeite de oliva não só é uma boa alternativa no tratamento do diabetes,como também pode ajudar a prevenir ou atrasar seu aparecimento. Consumir azeite de oliva melhora o metabolismo e diminui o nível de glicose que, somado à sua ação sobre o sistema circulatório e o perfil lipídico, melhora a qualidade de vida do portador de diabetes.

Por seu efeito anti-oxidante, protege e tonifica a pele, diminuindo os sinais do envelhecimento. Também protege o organismo frente a tumores, sendo que o mais estudado é seu benefício sobre o câncer de mama, próstata, colorretal e uterino.

Contribui para combater a obesidade. Foi demonstrado que uma dieta rica em azeite de oliva facilita a perda de peso de forma mais duradora que uma dieta feita a partir de pouca gordura.

Seu consumo durante a gravidez e a lactância tem um papel chave no desenvolvimento do feto e posterior crescimento do bebê, devido ao aporte de vitamina “E” e, por último, possui propriedades anti-inflamatórias.

Fonte: Consejo Oleícola Internacional

2018 © Asociación Olivícola Uruguaya - Todos os direitos reservados.